7 maneiras pelas quais a pandemia ajudou a indústria médica

  • Mesmo ao chegar à consulta, os pacientes puderam fazer o check-in por meio de seus dispositivos móveis, em vez de ter que esperar interminavelmente em uma sala de espera.
  • A importância dos ultrassons portáteis na fabricação de dispositivos médicos ganhou destaque durante a pandemia com a criação de dispositivos portáteis de ultrassom.
  • Muitos profissionais médicos, incluindo radiologistas, descobriram que tiveram que trabalhar em casa durante a pandemia.

A pandemia trouxe muita tristeza e ansiedade a este mundo. Felizmente, no entanto, houve algumas boas mudanças decorrentes disso, inclusive no setor de saúde como um todo. Com um foco maior na tecnologia, mudanças foram feitas para beneficiar tanto os pacientes quanto os médicos, conforme pode ser visto nas informações a seguir.

Para cada dispositivo de teste em hospitais e consultórios médicos em todo o mundo, tem havido uma importância crescente para seguir os protocolos.

1. Cuidado personalizado

A pandemia, por meio da inovação da tecnologia, permitiu que os pacientes recebessem cuidados mais personalizados. Quando vão ao consultório médico, eles recebem atualizações diretamente em seus dispositivos inteligentes que são personalizadas para eles sobre suas consultas. Mesmo ao chegar à consulta, os pacientes puderam fazer o check-in por meio de seus dispositivos móveis, em vez de ter que esperar interminavelmente em uma sala de espera. Isso com certeza será a norma no futuro, pois os pacientes se sentirão muito mais satisfeitos.

2. Importância dos ultrassons portáteis

A importância do portátil ultrassons na fabricação de dispositivos médicos chegaram à vanguarda durante a pandemia com a criação de dispositivos portáteis de ultra-som. Esses dispositivos têm ajudado profissionais médicos a fazer diagnósticos onde quer que estejam, mesmo em quartos de hospital lotados. Os médicos conseguiram detectar a pneumonia por meio desses dispositivos, o que ajudou a determinar quais pacientes estavam em alto risco. Os pacientes nem mesmo precisam se deslocar para diferentes salas do hospital para exames de imagem, o que ajuda a reduzir o risco de transmissão quando esses dispositivos são usados.

3. Aprimoramento de protocolos

Para cada dispositivo de teste em hospitais e consultórios médicos em todo o mundo, tem havido uma importância crescente para seguir os protocolos. Muitos dos dispositivos agora têm atualizações com predefinições para órgãos ou distúrbios específicos para ajudar os profissionais de saúde a obter o diagnóstico certo na primeira vez. Isso acelera os planos de tratamento para que os pacientes recebam a ajuda de que precisam com muito mais rapidez e tenham mais chances de viver.

4. Estações de trabalho remotas

Muitos profissionais médicos, incluindo radiologistas, descobriram que tiveram que trabalhar em casa durante a pandemia. Isso incentivou os consultórios médicos a permitir que esses profissionais tivessem estações de trabalho dentro de suas casas, onde pudessem ler os resultados dos testes e se comunicar rapidamente com os médicos. Muitos radiologistas relataram sentir uma diminuição do nível de estresse por meio desse ambiente de trabalho, o que pode estimular seu uso no futuro. Contanto que os padrões regulatórios sejam atendidos, essa é uma tendência que vale a pena seguir.

Durante a pandemia, muitos pacientes foram transferidos para hospitais fora de uma determinada rede quando os hospitais da rede estavam lotados.

5. Estações Centrais

Com muitos saúde profissionais que realizam seus trabalhos em casa, muitos hospitais e consultórios médicos estão implementando uma estação central de comunicação. Esta estação central permite que médicos e enfermeiras revisem todos os resultados que recebem em um só lugar para que possam colaborar e fazer um diagnóstico mais rápido. É importante que o diagnóstico seja um esforço colaborativo para que o tratamento correto seja dado aos pacientes que dele precisam urgentemente.

6. Interoperabilidade

Durante a pandemia, muitos pacientes foram transferidos para hospitais fora de uma determinada rede quando os hospitais da rede estavam lotados. Isso levou à necessidade de esses médicos se comunicarem entre si para garantir que o tratamento fosse concluído da maneira que deveria ter sido e que os diagnósticos fossem feitos corretamente. O pessoal de TI teve que criar rapidamente um método para essa troca de dados para que permanecesse confidencial e compatível com HIPAA, o que deve continuar no futuro para interoperabilidade.

7. Telemedicina

A última maneira pela qual a pandemia levou a mudanças positivas na indústria médica é através da introdução da telemedicina para qualquer paciente que a solicite. Médicos e pacientes puderam se comunicar perfeitamente por meio de videoconferência durante a pandemia, o que levou a melhores resultados para os pacientes e a um menor risco de transmissão. Muitos pacientes também puderam ser atendidos com muito mais rapidez por seus médicos. A telemedicina certamente só crescerá no futuro, pois beneficiará pacientes e médicos.

Considerações Finais

Embora a pandemia tenha mostrado o mal da sociedade, ela também trouxe muitas promessas para muitas indústrias. O setor de saúde realmente mudou para melhor devido ao crescimento que ocorreu. Novos dispositivos médicos foram utilizados, houve um foco maior no atendimento ao paciente e os diagnósticos foram feitos muito mais rapidamente.

Lizzie Howard

Lizzie Howard nasceu no Colorado e, depois de se formar na Universidade do Colorado, passa o tempo como redatora freelance. 

Deixe um comentário